🧓😍👵
Comida, memória e afeto… mas o que essas três coisas têm em comum? E por que isso se transformou em tema da festa dos avós?
😍 🥣 🍟 🍲 🍿 🍗 🍳 🍰 🥘 🍉 😍
Num ano onde o nosso Projeto Pedagógico “São tantas emoções…” a primeira coisa que veio à nossa mente na hora de montar essa festa foi: o que tem de bom na casa de vô e de vó? O que eles fazem de tão especial para serem tão amados, tão lembrados?
♥️
E aí eu respondo para vocês, é uma relação construída nas vivências diárias, onde os avós conseguem atender melhor os desejos dos netos. Tudo o que pode ser especial, normalmente os avós gostam de fazer. Prova disso é a presença deles aqui!
Viver com eles um momento de tanto carinho. Esse é um dos momentos, mas com certeza outros estão incluídos, como fazer um lanche, uma comidinha que seu neto mais gosta.
E sabe por que, gente? Porque comida preferida traz boas lembranças. Aposto que você algum dia já se viu arremessado ao passado saboreando algo que costumava comer com grande prazer: o arroz doce com canela da mãe, o pão de milho da vó ou aquela costela assada do pai no domingo. Lembranças queridas capazes de lhe transportar à infância. Isso é, simplesmente, sua memória afetiva que veio à tona.
♥️
Essas sensações, imortalizadas na nossa memória, têm um forte poder e nos trazem um conforto inexplicável. O lugar onde crescemos e as pessoas com quem convivemos constroem nossa identidade social e, por consequência, nosso comportamento alimentar. Tá vendo? Comida, afeto e memória! Esse foi o clima da nossa…